terça-feira, fevereiro 23, 2010

Poema para Ninguém

Escrito por Naiara às terça-feira, fevereiro 23, 2010
Reações: 
Ver

seus olhos se fechando,

sua boca se abrindo,

sua respiração sufocando.


Você

que em mim se ajeita

que de tudo suspeita

que a mim se espreita.


Foge

do meu abraço apertado

do meu grito calado

do meu coração rasgado.


Fica

sua sombra pequena

sua voz tremula

sua ausência eterna.

0 Comentários:

Postar um comentário

Obrigada pela presença!!
Muitos Sonhos,
Viva sua Loucura
e fique atento a Realidade!

 

Sonhos Loucura & Realidade Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos