quarta-feira, abril 28, 2010

sou eu...

Escrito por Naiara às quarta-feira, abril 28, 2010
Reações: 
0 Comentários Links para esta postagem
Viciada em pasta de dente, considerada "do contra" e consumidora em massa de sapatos, que muita das vezes não saíram das caixetas.
Instável, e de TMP perigosa. Leio livros em celular, e acompanho animes que todo mundo já viu!
Sonho com cosplays que não farei, tenho vontade de ir para um lugar frio e tenho horror a areia, sol e praia!
Gosto de chá de maçã, e troco sim bebidas alcoólicas por refrigerantes!
Tenho medo de estrias no seios, de ser assaltada, e de perder entes queridos e próximos.
Não ligo para as pessoas, o que não significa que não penso nelas frequentemente.
Demorei anos para saber usar a Trema para quando finalmente consigo ela sai de linha.
Acho que no mundo em que vivemos, tão fast food, as pessoas se vestem mal, e eu gostaria, sim, de um mundo mais bonito esteticamente falando!
Espartilhos são lindos e perolas mais ainda! Impressiono-me com quantos estilos diferentes e destintos causam encanto aos meus olhos.
Não consigo ser falsa, e se vou magoar com minhas palavras, eu estou aprendendo a me calar. Não vou mudar por alguem, e sim por mim mesma, como tantas vezes eu mudei e com certeza irei mudar.
Gosto de pontualidade, e quando faço algo para alguem, é de coração, porque coisas obrigadas eu não faço, só ir a aula e olha lá.
Tenho alguns planos para o futuro, mas gosto do imprevisto, inesperado, porque ele sempre é mais divertido e eu não gosto de lamentar quando as coisas não dão certo. Mas quando eu coloco algo na minha cabeça, ninguém me tira!
Escrever é uma mania, e por mais que eu não queira é inevitável.
E se a vida ta ruim, vai tomar um banho, uma cerveja, um chute na bunda que passa!
Talvez um dia deixe de ser viciada em parta de dente, e meus dentes caiam e fique a banguela mais feliz do mundo, mas até este dia chegar: Vocês vão ter que me comer!

quinta-feira, abril 22, 2010

Eu Gosto de... Vanilla Sky

Escrito por Naiara às quinta-feira, abril 22, 2010
Reações: 
0 Comentários Links para esta postagem
Vanilla Sky - David e Sophia

Dias de quinta sempre é uma indecisão sobre o que escrever no blog, afinal estes são dias reservados para valar de coisas simples ou mesmo grandiosas que eu gosto. Eu não sabia sobre o que escrever aqui até ligar meu mp4, colocar uma musica do R.E.M, ter umas súbita vontade de assistir pela n vez o filme Vanilla Sky. E foi o que eu fui fazer. Este filme é datado de 2001, mas tenho certeza eu não conheci nesta época. Não tenho certeza o ano que eu o vi pela primeira vez, eu chuto que foi pelos anos de 2003, e desde aquele dia eu tive certeza que era o filme que eu colocaria na lista de meus filmes favoritos. Comprei o DVD dele e desde esta época eu já o assisti de diversas formas, legendado, dublado, com comentários do diretor... eu não me canso da historia, o que é bom, mas neste ano eu consegui o filme no qual este foi baseado. Eu confesso que eu tinha bastante medo de assistir Abre Los Ojos por ser um filme espanhol e tinha muito medo de que se o assistisse eu perderia o encanto por Vanilla, mas não poderia atrasar isto para sempre. Como nas locadoras em que eu frequento este seria um filme impossível de se achar, eu baixei ele por um site que nem faço ideia mais de qual seja. Abre Los Ojos realmente é muito bom filme, e contem uma trilha sonora tão linda quanto sua versão hollywodyana, e confesso que os personagens são mais carregados e mais... como posso dizer, verossimilhantes. Só que amor a primeira vista é dose e difícil de se esquecer assim. A trilha sonora de Vanilla Sky para mim é uma das melhores, e toda vez que ouço o CD eu sei localizar em que ponto se está o filme, ou que cena acontece no decorrer.


Sem se falar das frases de impacto. Creio que isso foi melhorado na versão americana. Não estou defendendo uma ou outra versão, só digo que as duas tem seus prols e contras, e que somando continuam sendo excelentes filmes no qual recomendo os dois, independente de quem você seja, ou se curte ou não frases em espanhol ao seu ouvido.
Identificar com os personagens seria um capitulo a parte. Posso falar de cada um deles com a certeza que tenho mais em comum com aquele filme que com qualquer outro, e você leitor, se ainda não o viu, de essa oportunidade a si mesmo e quem sabe descobrirá que dentro de você também mora Davids, Sophias, Julies e Brians...


Com o David eu posso dizer que o que mais me assemelho com ele não é a fodia de altura e sim os detalhes sórdidos que você acaba descobrindo dele bem no inicio do filme. Citarei com frases do próprio: “Gosto de adiar o prazer,tento manter a relação casual o máximo possível. E uma noite , tarde ou manhã, messes depois talvez, você sabe …” sim, essa pode ser considerada minha maior semelhança com ele, e depois a 2ª e talvez a mais importante seja a de querer parar com os sonhos, de não saber onde termina os sonhos e começa a realidade.

Cameron Diaz - Julie

A Julie eu sinto tanta pena dela. Um mulher linda, com um futuro cheio de portas a se abrir, e foi se apaixonar por um imbecil que não merece-a nem por uma transa, quem dirá por quatro numa mesma noite. Ela é realmente uma desta mulheres tolas que agem por impulso por estarem apaixonadas. Eu penso que se ela não tivesse conhecido o David de cara, e se encantado com todo o jeitão conquistador que ele tem e sim conhecesse o Brian, com seus jeito educado, fino, e apaixonado, seria diferente toda esta bagunça, mas a quem culpar nesse jogo de paixão e desejos?

Eu sou uma apaixonada platônica pelo Brian. Sempre é assim, se o cara é fudidaço demais eu acho ele o mais encantador. Aparentemente ele é muito mais bonito que o Tom Cruise e tem muito mais a conversar que o David, mas nunca entendo porque estes caras sempre serão aqueles que vão terminar sós no final.


Penélope Cruz - Sophia

E a Sophia! Como falar da beleza de Penélope Cruz neste papel seja em língua espanhola ou hablando inglês? Simplesmente perfeita na inocência, no jeito doce de dar o único beijo verdadeiro do casal, e ainda sim ser carismática ao dar pulinhos no sofá quando o David sai de seu apartamento. Eu gosto dela por ser apenas ela. Sophia é meiga, e tenta ser o máximo para David depois do acidente, mas ele não estava preparado para receber tamanha atenção de um ser tão fantástico.

Mas será que sabemos de verdade quando pode ser a ultima vez que podemos olhar nos olhos de alguem. Sabemos quando será a ultima noite propicia ao amor?

Talvez em outra vida, quando nós dois formos gatos!

quarta-feira, abril 21, 2010

Alone

Escrito por Naiara às quarta-feira, abril 21, 2010
Reações: 
0 Comentários Links para esta postagem
Me sinto o pior dos seres com a atitude que me dei no dia de hoje. Tantas pessoas lutando para estarem vivas, aceitando cada dia como um presente de Deus, e eu separo o dia de hoje para ver a vida passar por mim, e ser incapaz de fazer nada. Desde a manha eu não sai de minha casa, raramente eu saio do meu quarto, e minha cama tem se portado como minha melhor companheira. Não sei o que fazer ou dizer, tenho uma pilha de assuntos a resolver, trabalhos a serem feitos, livros a serem lidos. Mas eu não consigo nem trocar de roupa.
Já esteve nessa situação? Quando se necessita dar uma levantada na vida, uma reviravolta legal, e o que se consegue e apenas ficar sentado vendo as coisas acontecerem. Eu sempre faço as coisas precipitadamente, muito mais pelo emocional que pelo racional, só que viver intensamente as vezes cansa, e eu me sinto cansada de correr, correr, e agora quero apenas esta inercia gostosa de se viver.
Essa indisposição não está me fazendo bem! Eu não estou e nem sou uma doente para querer ficar trancada, sozinha este tempo todo. Mas eu realmente preciso deste tempo só para mim. Se alguem quiser conversar, fique a vontade. Só não esperem de mim repostas amigas ou algo do gênero.

terça-feira, abril 20, 2010

Soulmates never die

Escrito por Naiara às terça-feira, abril 20, 2010
Reações: 
0 Comentários Links para esta postagem
Eu quero o meu irmão para mim! Só para mim, e não te-lo que dividir toda vez que eu posso tentar chegar perto! Este post não deveria estar aqui, muito menos ter sido publicado, mas eu sinto ainda a necessidade de um dia, mesmo que me doa e eu tenha que fugir para as montanhas para nunca mais ter contato com ele, que este ser que em um dia de meus 16 anos de idade eu escolhi para ser meu irmão de alma, mesmo que a alma dele nunca seja ligada a minha, eu tenho consciência que a minha esta tão próxima a dele como é de incomparável comparar.
Como diria uma das musicas do Placebo que pertencem a lista de “the beast”: Soulmates never die!
Eu tentei descobrir porque eu gosto tanto daquela pessoinha que quase eu nunca vejo, que quase eu nunca falo, ou que quase relação nenhuma temos um com o outro! Tudo bem que eu seja aquele tipo de amiga que se senti tímida para ligar e perguntar se está tudo bem, que tenho um certo receio com os demais, o que não implica que eu não pense nele, e que eu queira o melhor para seu futuro. Mas alguma coisa tem que existir para que essa diferenciação seja tão sutil que o faça tão especial na minha vida!
Bem, vamos começar do inicio, eu tenho um serio grande problema em magoar as pessoas com minhas frases duras e ofensivas que eu não noto. De verdade, a vida inteira eu fiz inimigos, ou mesmo perdi amizades que nunca percebi ao certo o motivo e como foi, no simples usar de palavras para me expressar e ofender sem querer alguem próximo por segundas interpretações de meus dizeres. Acredite, não é fácil não ter alguem ao seu lado que seja de total confiança para te dizer na hora e na cara: Você acabou de dizer algo que me magoou. Isso voltou a se repetir na questão de meus namorados que sempre em um momento de DR relembravam algo que eu tinha mencionado no qual havia ferido o orgulho, ou mesmo derrubado-os de seus tronos invisíveis, e que no qual eu nunca havia notado.
Com meu irmão é diferente, eu sinto que é assim! Ele me mostra na minha cara o que eu falo que pode magoar alguem, reprime minhas palavras ocas, e me faz enxergar todo o podre que existe dentro de mim. Por isso eu sinto tanta a falta dele, como seu eu precisasse sempre dessa presença para eu crescer como pessoa, como amiga! E logico, essa presença ao meu lado, me deixaria mais feliz, porque só de ele existir, e eu saber disso, eu faço com que minha vida seja melhor, e meus dias mais felizes.
Eu só mudaria uma coisa, na qual eu realmente não gostaria de mudar, mas seria necessario: Queria que eu não tivesse conhecido com ele as melhores musicas que já ouvi (tirando as de minhas bandas favoritas)!!!
Maninho, se um dia você descobrir que é de você que eu falo tanto, eu vou querer morrer, e é bem provável que eu tente isso, mas é bom saber que você descobriu que você tem uma “irmã” que te ama tanto! E não tive irmãos consanguíneos para saber como é ter alguem ligado a ti, mas sei que irmãos em alma, nunca morrem!

segunda-feira, abril 12, 2010

Só mais uma no mundo

Escrito por Naiara às segunda-feira, abril 12, 2010
Reações: 
0 Comentários Links para esta postagem
Eu só quero encontrar o lugar no qual eu pertença! Sempre dizem que para toda panela se encontra uma tampa. Pode ser amassada, as vezes maior, mas sempre existirá uma forma que as coisas se encaixam e você deixa de ser uma só para der duas.
Eu sou um pouco mais realista, eu continuo sendo eu, e alguem vai ser sempre alguem. O que pode acontecer é eu me apaixonar por este alguem, e juntos querermos passar boa parte de nosso tempo juntos. Mas ainda sim seremos dois, com vidas próprias desejos e ambições, e eu realmente acho muito sacrificante alguem ter que abrir mão de seus anseios para seguir o caminho de um ser no qual você tem afinidade, ou mesmo que ame. Acredito que meus sonhos, minha vida é mais importante que uma pessoa, ou mesmo o amor que eu sinta por ela.
Quando eu falo ou mesmo demonstro isso no meu dia a dia, na minha forma de ser e expressar o que eu sinto, não foram apenas uma ou duas pessoas, em geral homens, que me falaram que me admiram da minha forma de ser livre, onde eu sou feliz independente de quem esta ao meu lado, ou necessidade de ter alguem ao meu lado!
Pera ai moçada!!! Muita calma nessa hora! Isso não quer dizer que eu não necessite de companhia, que eu não queira alguem, e que eu não consiga amar uma pessoa! Não é porque eu não irei abrir mão de quem eu sou por alguem que eu não possa me apaixonar, me divertir ao lado de alguem, e aprender a superar essas diferenças de pensamento que sempre foram um problema para mim.
Me elogiam por ser “diferente”! Eu não gosto de ser diferente, na verdade eu nem sei o que é ser diferente, sou só uma pessoa no mundo que as vezes não pensa igual a todos, mas que neste mundo é igual? Então não pense que só porque eu não sou igual a você que eu seja “diferente”. Sou só mais alguem no mundo procurando um lugar para se sentir mais do que em casa, que eu não tenha esta necessidade de sempre estar mudando para nunca me acostumar a uma rotina que me canse, ou que eu não consiga ver alegria a cada dia.
Talvez a minha independência seja o que mais apareça para algumas pessoas, essa minha mania de sair pelo mundo fazendo as coisas que eu quero, em geral sozinha ou sem conhecer ninguém a priori. Mas não notam que talvez eu faça isso porque Ninguém que eu conheço está afim de fazer as mesmas coisas que eu, e não notam o quanto eu sou alguém completamente dependente dos pais, e não faço nada que não seja com autorização ou mesmo dinheiro que eles me forneçam.
Sou alguem como qualquer outra na rua, que muita das vezes fala mais do que faz, e quando faz pode acontecer de não lembrar que fez... acredite sou só mais alguem no mundo complicado que continua sozinha, sem tampa, sem panela e sem “comida”.

quinta-feira, abril 08, 2010

Eu Gosto de... Livros

Escrito por Naiara às quinta-feira, abril 08, 2010
Reações: 
0 Comentários Links para esta postagem
Resolvi das as caras por aqui e escrever algo. Este blog ainda sim para mim é um exercício de escrita, não é isso que eu gosto de fazer? Então vamos exercitar! Ainda é quinta-feira, não é mesmo? E hoje é dia de falar de coisas que eu gosto!
Literatura!
Essa é uma paixão que inicia quando eu tenho meus 10 anos, na aula de literatura onde eu sou obrigada a ler em uma semana o livro do Pedro Bandeira: O Mistério de Feiurinha (esse mesmo que anos mais tarde a Xuxa veio a colocar no cinema, nem tudo é perfeito, quem dirá minha vida). Para mim que era a preguiça em pessoa, aquilo era um livro grande! E como era, se eu pudesse ver que em espessura passasse de 5mm, era gigante, mas como toda leitura obrigatória, comecei a ler aquele livro! Foi a melhor coisa que eu poderia ter feito naquele ano, alem de ter tido meu primeiro amor, mas isso é assunto para outro post. Pedro Bandeira se tornou o escritor que me instigou a entrar no mundo dos livros, coisa que anos mais tarde eu pude ter a felicidade de falar isso pessoalmente para ele. Amava as aventuras dos Karas e todos os livros que pude ler dele nessa época eu li. Passado essa fase e juntamente com ela, eu não sei bem como eu fui gostar de mitos gregos, só sei que foram eles que me levaram ao escritor que eu mais admiro: Shakespeare! Graças a esse escritor eu cai nas garras da poesia e do teatro, coisa que se tornou profissão, mas nunca posso negar que foi a literatura que me levou até ele!
Como uma adolescente que eu era, necessitada por livros para me prender a um mundo que eu criei, eu me embarquei nas novelas e romances policiais do Sidney Sheldon, e Agatha Christie. Tambem tem aquele momento fãgirl que eu embarco nas leitura de Harry Potter e derivados. Ler se tornou meu melhor amigo e minha companhia mais fiel. Series como Brumas de Avalon preencheram esse vazio que em tinha, ou se abria. Mas nem só de clássicos e populares foi minha formação. Meu lado otaku me rendeu leitura de muitos, mas muitos mangás!
Paulo Coelho eu assumo ter lido, comprado, e so não leio mais porque fiquei com preguiça, não nego meu lado pop mesmo, assim como digo que li Kafka, Kant e Dostoiévski e gostei!
Depois de gastar muito $$ com livros, e ter impresso outros tantos, aderi aos e-books e livros pelo celular. Eu pareço uma retardada com meu celular aberto onde quer que eu vá, ou em qualquer folguinha minha, tudo para colocar a leitura em dia com o minimo de peso possível! Não é pratico? Antes eu costumava ler pelo mp4, mas depois que este meu foi roubado e eu vi que no celular a configuração fica bem melhor, não abro mão.
Ultimamente to apaixonada pelos romances da Jane Austen e os livros do Chuck Palahniuk. So sei que tenho trauma de livros didáticos e que em geral são obrigatórios no academicismo, mas mesmo assim, eu extravaso meus desejos lendo a boa e velha literatura. Até bula de remédio as vezes tá valendo!

sábado, abril 03, 2010

6 anos Menstruada!

Escrito por Naiara às sábado, abril 03, 2010
Reações: 
0 Comentários Links para esta postagem
Ok Mulheres! Peguem suas calculadoras e vamos àqueles cálculos que alguma vez de suas vidas com certeza vocês já fizeram e ficaram tão surpresas com o resultado que com certeza fizeram questão de esquecer depois, ou foram correndo para o ginecologista mais próximo e pediram aquele tratamento que faz não menstruar durante um bom tempo!
Que mulher nunca pensou: Eu perco cerca de 5 dias por mês por estar menstruada! Isto sem contar a TPM que é um mal para muitas de nós, mas se eu fosse falar dela, queridas eu creio que deixaríamos de viver, então vamos aos fatos!
Cinco dias por mês, nos da no final do ano cerca de 60 que passamos menstruadas! Isso é equivalente a 2 meses! Já se deram conta que em 365 dias, 60 nos estamos menstruadas? Não precisa ser engenheira, matemática, física ou ligada as exatas para ter a consciência que 16,7% de nosso ano, passaremos no Vermelho!
Ai você pensa, bom, da minha primeira menstruação, lá nos primórdios da adolescência, até a menopausa, se eu não tiver nenhum filho nesse meio prazo, vão se lá uns 40 anos legais não é? Então se a cada ano nos perdemos 2 meses, nestes 40 anos menstruando sabem quantos estima-se que passaremos menstruadas???
SEIS ANOS!!!
Sim, na nossa vida de mulher, alem de sofrermos por amor, falta de sexo, de dinheiro, brigas nas lojas por sapatos promocionais, ainda passaremos 6 anos de nossas sofridas vidas tendo cólicas, espinhas, choro, mudanças de humor bruscas e muito chocolate! Porque disso? Porque Menstruamos!!!
Agora vamos mudar o foco para algo pior! Sim, existe algo pior que isso e é a lei de Murphy! Se juntarmos todos os dias que passamos no vermelho serão 6 anos, mas alguém já fez as contas das estimativas de quanto tempo de orgasmos vamos ter na vida? Nem se fossemos profissionais do sexo (o que não significa nada de garantia de orgasmo), pouco passaria de alguns breves minutos... isso somando todos os da vida toda!
É em momentos como essa que me pergunto por que nasci mulher e não um porco? 0.0

 

Sonhos Loucura & Realidade Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos