segunda-feira, abril 12, 2010

Só mais uma no mundo

Escrito por Naiara às segunda-feira, abril 12, 2010
Reações: 
Eu só quero encontrar o lugar no qual eu pertença! Sempre dizem que para toda panela se encontra uma tampa. Pode ser amassada, as vezes maior, mas sempre existirá uma forma que as coisas se encaixam e você deixa de ser uma só para der duas.
Eu sou um pouco mais realista, eu continuo sendo eu, e alguem vai ser sempre alguem. O que pode acontecer é eu me apaixonar por este alguem, e juntos querermos passar boa parte de nosso tempo juntos. Mas ainda sim seremos dois, com vidas próprias desejos e ambições, e eu realmente acho muito sacrificante alguem ter que abrir mão de seus anseios para seguir o caminho de um ser no qual você tem afinidade, ou mesmo que ame. Acredito que meus sonhos, minha vida é mais importante que uma pessoa, ou mesmo o amor que eu sinta por ela.
Quando eu falo ou mesmo demonstro isso no meu dia a dia, na minha forma de ser e expressar o que eu sinto, não foram apenas uma ou duas pessoas, em geral homens, que me falaram que me admiram da minha forma de ser livre, onde eu sou feliz independente de quem esta ao meu lado, ou necessidade de ter alguem ao meu lado!
Pera ai moçada!!! Muita calma nessa hora! Isso não quer dizer que eu não necessite de companhia, que eu não queira alguem, e que eu não consiga amar uma pessoa! Não é porque eu não irei abrir mão de quem eu sou por alguem que eu não possa me apaixonar, me divertir ao lado de alguem, e aprender a superar essas diferenças de pensamento que sempre foram um problema para mim.
Me elogiam por ser “diferente”! Eu não gosto de ser diferente, na verdade eu nem sei o que é ser diferente, sou só uma pessoa no mundo que as vezes não pensa igual a todos, mas que neste mundo é igual? Então não pense que só porque eu não sou igual a você que eu seja “diferente”. Sou só mais alguem no mundo procurando um lugar para se sentir mais do que em casa, que eu não tenha esta necessidade de sempre estar mudando para nunca me acostumar a uma rotina que me canse, ou que eu não consiga ver alegria a cada dia.
Talvez a minha independência seja o que mais apareça para algumas pessoas, essa minha mania de sair pelo mundo fazendo as coisas que eu quero, em geral sozinha ou sem conhecer ninguém a priori. Mas não notam que talvez eu faça isso porque Ninguém que eu conheço está afim de fazer as mesmas coisas que eu, e não notam o quanto eu sou alguém completamente dependente dos pais, e não faço nada que não seja com autorização ou mesmo dinheiro que eles me forneçam.
Sou alguem como qualquer outra na rua, que muita das vezes fala mais do que faz, e quando faz pode acontecer de não lembrar que fez... acredite sou só mais alguem no mundo complicado que continua sozinha, sem tampa, sem panela e sem “comida”.

0 Comentários:

Postar um comentário

Obrigada pela presença!!
Muitos Sonhos,
Viva sua Loucura
e fique atento a Realidade!

 

Sonhos Loucura & Realidade Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos