quinta-feira, abril 22, 2010

Eu Gosto de... Vanilla Sky

Escrito por Naiara às quinta-feira, abril 22, 2010
Reações: 
Vanilla Sky - David e Sophia

Dias de quinta sempre é uma indecisão sobre o que escrever no blog, afinal estes são dias reservados para valar de coisas simples ou mesmo grandiosas que eu gosto. Eu não sabia sobre o que escrever aqui até ligar meu mp4, colocar uma musica do R.E.M, ter umas súbita vontade de assistir pela n vez o filme Vanilla Sky. E foi o que eu fui fazer. Este filme é datado de 2001, mas tenho certeza eu não conheci nesta época. Não tenho certeza o ano que eu o vi pela primeira vez, eu chuto que foi pelos anos de 2003, e desde aquele dia eu tive certeza que era o filme que eu colocaria na lista de meus filmes favoritos. Comprei o DVD dele e desde esta época eu já o assisti de diversas formas, legendado, dublado, com comentários do diretor... eu não me canso da historia, o que é bom, mas neste ano eu consegui o filme no qual este foi baseado. Eu confesso que eu tinha bastante medo de assistir Abre Los Ojos por ser um filme espanhol e tinha muito medo de que se o assistisse eu perderia o encanto por Vanilla, mas não poderia atrasar isto para sempre. Como nas locadoras em que eu frequento este seria um filme impossível de se achar, eu baixei ele por um site que nem faço ideia mais de qual seja. Abre Los Ojos realmente é muito bom filme, e contem uma trilha sonora tão linda quanto sua versão hollywodyana, e confesso que os personagens são mais carregados e mais... como posso dizer, verossimilhantes. Só que amor a primeira vista é dose e difícil de se esquecer assim. A trilha sonora de Vanilla Sky para mim é uma das melhores, e toda vez que ouço o CD eu sei localizar em que ponto se está o filme, ou que cena acontece no decorrer.


Sem se falar das frases de impacto. Creio que isso foi melhorado na versão americana. Não estou defendendo uma ou outra versão, só digo que as duas tem seus prols e contras, e que somando continuam sendo excelentes filmes no qual recomendo os dois, independente de quem você seja, ou se curte ou não frases em espanhol ao seu ouvido.
Identificar com os personagens seria um capitulo a parte. Posso falar de cada um deles com a certeza que tenho mais em comum com aquele filme que com qualquer outro, e você leitor, se ainda não o viu, de essa oportunidade a si mesmo e quem sabe descobrirá que dentro de você também mora Davids, Sophias, Julies e Brians...


Com o David eu posso dizer que o que mais me assemelho com ele não é a fodia de altura e sim os detalhes sórdidos que você acaba descobrindo dele bem no inicio do filme. Citarei com frases do próprio: “Gosto de adiar o prazer,tento manter a relação casual o máximo possível. E uma noite , tarde ou manhã, messes depois talvez, você sabe …” sim, essa pode ser considerada minha maior semelhança com ele, e depois a 2ª e talvez a mais importante seja a de querer parar com os sonhos, de não saber onde termina os sonhos e começa a realidade.

Cameron Diaz - Julie

A Julie eu sinto tanta pena dela. Um mulher linda, com um futuro cheio de portas a se abrir, e foi se apaixonar por um imbecil que não merece-a nem por uma transa, quem dirá por quatro numa mesma noite. Ela é realmente uma desta mulheres tolas que agem por impulso por estarem apaixonadas. Eu penso que se ela não tivesse conhecido o David de cara, e se encantado com todo o jeitão conquistador que ele tem e sim conhecesse o Brian, com seus jeito educado, fino, e apaixonado, seria diferente toda esta bagunça, mas a quem culpar nesse jogo de paixão e desejos?

Eu sou uma apaixonada platônica pelo Brian. Sempre é assim, se o cara é fudidaço demais eu acho ele o mais encantador. Aparentemente ele é muito mais bonito que o Tom Cruise e tem muito mais a conversar que o David, mas nunca entendo porque estes caras sempre serão aqueles que vão terminar sós no final.


Penélope Cruz - Sophia

E a Sophia! Como falar da beleza de Penélope Cruz neste papel seja em língua espanhola ou hablando inglês? Simplesmente perfeita na inocência, no jeito doce de dar o único beijo verdadeiro do casal, e ainda sim ser carismática ao dar pulinhos no sofá quando o David sai de seu apartamento. Eu gosto dela por ser apenas ela. Sophia é meiga, e tenta ser o máximo para David depois do acidente, mas ele não estava preparado para receber tamanha atenção de um ser tão fantástico.

Mas será que sabemos de verdade quando pode ser a ultima vez que podemos olhar nos olhos de alguem. Sabemos quando será a ultima noite propicia ao amor?

Talvez em outra vida, quando nós dois formos gatos!

0 Comentários:

Postar um comentário

Obrigada pela presença!!
Muitos Sonhos,
Viva sua Loucura
e fique atento a Realidade!

 

Sonhos Loucura & Realidade Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos