sábado, agosto 13, 2011

Diálogo Fictício

Escrito por Naiara às sábado, agosto 13, 2011
Reações: 




- Podemos voltar no tempo e sermos como eramos antes?
- Que parte do antes? Quando eramos apaixonados, ou quando passamos a nos odiar?
- Chegamos algum dia a isso?
- Isso o que?
- Nos odiar?
- Perguntas, perguntas e perguntas. Até parece que só isso que conseguimos fazer. Mas não. Nunca.
- Nunca! Nunca chegamos a nos odiar o suficiente para nos afastar!
- Mas porque nos afastamos?
- Acredito que pela nossa infantilidade de assumir um para o outro que jamais conseguiríamos viver tão longe assim um do outro.
- Mas estamos vivendo... a bastante tempo...
- Mas você ainda pensa em mim.
- Sim, eu penso.
- Não era uma pergunta. Eu tenho certeza.
- Como?
- Não estaríamos tendo esta conversa, fingindo sermos amigos se não fosse verdade.
- Você poderia está apenas sonhando. Isso pode ser um sonho.
- E as frases, as deixas, as músicas?
- Apenas fruto de sua imaginação, pensando ser para você o que não é.
- Faça isso ser realidade então.
- Não posso não depende só de mim.
- Faça-me voltar no tempo, faça-me acreditar de novo nesta coisa chamada amor.
- Mas...
- Sem mas! Que seja de novo primavera, que o frio não seja interferente, que eu possa me encontrar casualmente com você, e que a chuva não seja forte a ponto de desviar nossos caminhos. Que seus olhos sejam eternamente gentis e apaixonado, e que ao dormir você feche os olhos e tenha meu rosto em seus sonhos. Que esperemos o nascer do sol, que aguardemos pela próximo rencontro. Que nenhuma dificuldade seja empecilho para nos afastar, e que nossos minutos juntos sejam eternos novamente.
- Nada é eterno.
- Pois que façamos nossas mesmas juras e que a cumpramos dessa vez. Que tenhamos nosso filho, nossa casa, nossos sonhos nossa musica sendo tocada em um domingo a tarde em que nós dois estejamos um nos braços do outro assistindo o tédio passar. Que tenhamos nossos codinomes e que por mais ridículos que sejamos ainda sim teremos um ao outro. Que nossas incertezas, nossas crises, nossas falhas sejam tão humanas que possamos superar cada uma delas, dia apos dia.
- Mas nosso tempo já passou.
- Mas não podemos voltar no tempo?
- Se voltássemos àquele tempo, ainda sim seriamos jovens. Ainda sim seriamos indefesos. Ainda sim não teríamos descoberto que por mais que possamos nos afastar, ainda retomaremos as mesmas necessidades um pelo outro. Não. Não voltemos ao tempo, ou tentemos apagar nossas imperfeiçoes que nos fez distanciarmos um do outro. Assumamos nossas culpas, nossos erros, nosso egoismo de não falar abertamente que nos amávamos. Eu quero você com todas as cicatrizes que você adquiriu comigo e com todos os outros que passaram por sua vida desde então. Quero que você me aceite com todas as conquistas e mudanças que eu tive por sua e por minha causa. Não te ofereço aquele homem de antes. Não a quero como a menina que um dia fostes. Quero uma mulher para caminhar ao meu lado. Você aceita essa oferta?
- Se eu recusasse eu acabaria assumindo que nada do que eu fiz mudou minha pessoa. Sim eu quero. Quero como se fosse o melhor dos presentes que este dia separou para mim.





Imagem: WeHeartIt

4 Comentários:

Dani on 13 de agosto de 2011 21:30 disse...

Ei Naiara!
Que lindo texto!! Muito lindo mesmo!
E que linda é Ouro Preto! Sempre levo meus familiares argentinos para visitar!

Besos de Buenos Aires
Dani
www.miestilomimoda.blogspot.com

Marcela! • on 15 de agosto de 2011 09:39 disse...

Texto lindo! :)
Pensei no tempo que eu fiquei separada do meu namorado...
Esse texto fez muito sentido!

Aaah, meu cabelo nem é liso viu Naiara?!
Depois que comecei a fazer progressiva que comecei a arriscar nos cortes diferentinhos, hehehe!
:)
Bom que gostou! ♥

Beijos, boa semana!
;*

Bruna on 15 de agosto de 2011 09:39 disse...

Oi Nay, adorei o dialogo muito lindo!! Beijos!!!

Bru

Tãã on 15 de agosto de 2011 14:58 disse...

Olá flor! tudo bem?

Estava vendo uns blog e vim parar no seu!
Curti muito por isso estou seguindo =)

Passa no meu, se curtir segue lá!

www.cerejarocks.com

beijoos

Postar um comentário

Obrigada pela presença!!
Muitos Sonhos,
Viva sua Loucura
e fique atento a Realidade!

 

Sonhos Loucura & Realidade Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos