quarta-feira, outubro 13, 2010

Me Quero de Volta

Escrito por Naiara às quarta-feira, outubro 13, 2010
Reações: 
(foto retirada do site do Senpuu)
Eu me quero de volta!
Estou revoltada comigo mesma, e na busca de ser uma pessoa melhor e acabei deixando de lado todas as minhas grandes e marcantes características, exceto talvez a indecisão.
Aonde está aquela pessoa que a cor mais marcante no guarda-roupa em dias comuns, especiais, e derivados era preto ou rosa? Hoje existe nele uma coleção de blusas brancas, e o pior que eu gosto delas, somada com algumas de cor pasteis, cremes, nudes, marrons e derivados.
Eu gostava da Naiara que não bebia café, que enxia a cara e tinha amnésia. A de agora descobriu que café é gostoso, que chocolate não faz mais efeito, e fica bêbada e se lembra dos detalhes da noite!
Eu também estou procurando aquela garota que podia comer a vontade e nunca havia passado dos 45kg. Hoje ela tem que se alimentar de 3 em 3 horas para manter o mesmo peso a semana toda. Cortou boa parte das frituras, gordura, o ovo de cada dia, e o pior, alface virou meu prato preferido sem nenhum distúrbio alimentar ou por falta de opção.
A Naiara que eu conheci, que eu vi crescer não se importava com aulas e lições de casa não tiravam o sono dela. Hoje ela chora toda noite por não conseguir escrever uma pagina da monografia. Melhor dizendo a Naiara que eu conheci só chorava quando terminava de assistir seu anime favorito, ou quando seu cachorrinho de estimação morria. Não quando levava um fora.
A Naiara que eu conheci nunca foi de se importar com o corpo, e era muito mais ligada a mente. Hoje ela faz yoga e deixa os best-sellers e os mangás para se concentrar em textos técnicos.
A Naiara que eu cultivei, deixou de usar salto alto aos 15 anos, mas resgatou-os aos 22 e não quer descer deles mais. O que me conforma que ela ainda continua comprando sapatos cor de rosa para curar as dores do coração.
A Naiara que eu conheci odiava palhaços. E hoje ela é uma.
A Naiara que eu conheci gostava de cortar-pintar-mudar os cabelos todos os meses e queria caixinhos. Hoje o cabelo é “natural” e passou a gostar dele liso.
Eu estava pensando que as mudanças haviam sido sutis, mas quando parei para perceber, elas foram tão grandes que eu não me reconheço mais. Mas mesmo assim eu gosto de mim assim. Mas será que quem está na minha volta me aceita bem com todas essas modificações de pensamento? Nem eu estou conseguindo me aceitar direito.



0 Comentários:

Postar um comentário

Obrigada pela presença!!
Muitos Sonhos,
Viva sua Loucura
e fique atento a Realidade!

 

Sonhos Loucura & Realidade Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos