terça-feira, setembro 21, 2010

Passa o Tempo mas não passa a Insegurança

Escrito por Naiara às terça-feira, setembro 21, 2010
Reações: 



Eu acreditava que passada a adolescência todos aqueles tormentos que me seguiam, e todas as incertezas de relacionamentos fossem solucionadas, que o tempo e a idade dessem conta de tudo isso.

Mas não deu certo.

E o pior é que eu sei que irá passar, por que eu sou exper em fazer este tipo de coisa. É só porque já passou da meia noite e eu ainda não estou 100% segura do que esta me incomodando.

Eu quero deixar bem claro que eu não sou uma pessoa triste, depressiva, mal amada (isso pode até ser as vezes) ou toda a imagem que de alguma forma eu passo pelas coisas que eu escrevo, é só que eu gosto de escrever sobre esses aborrecimentos que me acontecem porque me deixa mais aliviada, como se falar eliminasse boa parte deles.

Eu sou uma pessoa consideravelmente feliz em até boa parte do tempo, é só que eu me armo tanto de barreiras impenetráveis e de vagabundices promiscuas que quando eu me vejo afetada pelos meus próprios atos e não posso fazer nada a respeito disso para mudar a situação em pouco tempo eu me sinto perdida. Parte da forma de como eu fui acostumada a receber as coisas, em geral em bandejas na hora que eu as solicitavas, então esperar se tornou algo muito difícil para mim, e é quase uma fraqueza assumida e explicita que tento maquilar. Apenas aqueles desejos que me motivam que eu fui e sou cabeça dura o bastante para persistir, persistir e não parar até que eu os consiga realizar. Mas nem por isso, o que me dá trabalho de conseguir seja o que eu mais irei valorizar.  

1 Comentários:

SilverLux (Éverton) on 21 de setembro de 2010 13:45 disse...

bastante intenso... compartilho com você (na solidão do meu quarto) desses sentimentos e vivências às vezes...

Postar um comentário

Obrigada pela presença!!
Muitos Sonhos,
Viva sua Loucura
e fique atento a Realidade!

 

Sonhos Loucura & Realidade Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos